segunda-feira, 15 de abril de 2013

Laboratório de Liturgia


Quatro momentos: Crer – Celebrar – Viver – Orar


1º Momento - Creio
Fomos separado em 2 grupos de mais ou menos 30 pessoas. O nosso grupo ficou no salão da igreja e vendaram nossos  olhos de forma que não enxergávamos nada, foi nos dado um sinal para iniciar a caminhada. Eu, a Dani, a Vanessa, a Sueli e a Dona Lurdes ficamos andando de braços dados por uns 10 minutos, sinceramente nos pareceu uma eternidade, então, o coordenador da atividade nos separou e já pediu que tirássemos a venda.
Partilhando o momento: o sentimento da maioria das pessoas foi basicamente os mesmos, medo, insegurança, solidão e muitos outros sentimentos, porque andando no Escuro a sensação foi como se estivesses sem Deus, e esses sentimentos tristes nos dominaram a alma, por que Deus é nossa luz é a luz do nosso caminho, nosso farol. "Creio em Deus Pai, todo poderoso, Criador do Céu e da Terra"

2º Momento - Celebrar
No segundo momento vimos no Sacramento primordial de Deus a entrega do Corpo e do Sangue de Jesus na Eucaristia.
A Eucaristia é o coração da Igreja, ela é um chamado, uma entrega de coração aberto, um crer, o perdão, é a nossa salvação, é uma alegria antecipada para o encontro com o céu.
Eu vou celebrar aquilo que vivo e vivo o que eu celebro.
A Liturgia é a nossa celebração diária, ela nos leva a uma experiência de fé, um encontro com o Espírito Santo. Se eu não viver a fé, se eu não crer, se eu não rezar, se eu não fizer minha parte com fé serei com um vaso sem terra, sem sementes e sem plantas e nunca conseguirei florescer. Minha fé não pode ser levada no vento, ela deve ser construída na rocha, na rocha da minha igreja.
No final partilhamos o pão e um delicioso suco de uva com nossos irmãos como sinal da partilha de Jesus comigo e da minha partilha com o outro.

3º Momento – Viver
No terceiro momento entramos em uma sala com uma linda música e 2 pessoas sentadas ao centro simbolizando Deus nos moldando.O Senhor Deus formou, pois, o homem do barro da terra, e inspirou-lhe nas narinas um sopro de vida e o homem se tornou um ser vivente.Gêneses 2, 7.
A principal atividade dessa sala teve com objetivo a materialização individual com a argila, ou seja, cada integrante do grupo ganhou um punhado de argila, para transformá-la conforme seus corações iam se envolvendo na atividade. E as palavras do Seminarista Guilherme entravam em nossos corações juntamente com a doce melodia e ele dizia que vivemos, Deus nos criou, temos sede, sede do Pai, que nos criou como seus filhos amados. Senti como se nós fossemos o próprio barro e através da oração e meditação junto a Jesus, Ele derramava água viva, no qual, íamos  moldando aquele punhado de argila e  a transformação ocorria em nossas mãos e em nossos corações.
E o palestrante falava-nos que essa sede que sentimos se chama felicidade, por que se sentimos sede somos convidados a buscar essa água, essa água viva que vêm do Senhor. E nessa busca incessante com o coração aberto encontramos a felicidade que é um sentimento de paz, amor e ele abriram-nos os olhos também para os obstáculos e nos deixou algumas perguntas:
Como seguir esse caminho?
Como viver em Deus?
Como se viver o caminhar com Deus?
Como apenas uma palavra ele respondeu as 3 questões: Somos Bem aventurados, e devemos viver essa presença viva que é o Espírito Santo, a fé, a esperança e a principal a caridade. Somos livres, na nossa liberdade devemos abrir o coração e deixar Deus nos modelar. O oleiro é o Senhor.

4º momento – Orar
Nesse último momento do Laboratório de Liturgia o palestrante convidou-nos a pegar um copo com um óleo e ungir o nosso irmão, com pensamentos de cura, unção, e renovação da vida do outro. Depois fizemos uma procissão com a cruz e louvando ao Senhor.
Finalizamos rezando o Pai Nosso e meditando cada pedacinho dessa poderosa oração.

Através desse relato agradecemos a disponibilidades de todos os palestrantes envolvidos nesse dia abençoado. Que Deus os capacite cada dia mais para que juntamente com o Espírito Santos vocês sejam sempre movidos por esse Deus maravilhoso e cheio de misericórdia para com seus filhos amados.

Um comentário:

Lucy Araújo disse...

Encontrei seu belo espaço, através de uma amiga incomum...
Amei seu cantinho!

Para guardar no coração:

Você diz: “Isso é impossível”
Deus diz: “Tudo é possível”
(Lucas 18:27)

Você diz: “Eu já estou cansado”
Deus diz: “Eu te darei o repouso”
(Mateus 11:28-30)

Você diz: “Ninguém me ama de verdade”
Deus diz: “Eu te amo”
(João 3:16 & João 13:34)

Você diz: “Não tenho condições”
Deus diz: “Minha graça é suficiente”
(II. Corintos 12:9)

Você diz: “Não vejo saída”
Deus diz: “Eu guiarei teus passos”
(Provérbios 3:5-6)

Você diz: “Eu não posso fazer”
Deus diz: “Você pode fazer tudo”
(Filipenses 4:13)

Você diz: “Estou angustiado”
Deus diz: “Eu te livrarei da angustia”
(Salmos 90:15)

Você diz: “Não vale a pena”
Deus diz: “Tudo vale a pena”
(Romanos 8:28)

Você diz: “Eu não mereço perdão”
Deus diz: “Eu te perdoo”
(I João 1:9 & Romanos 8:1)

Você diz: “Não vou conseguir”
Deus diz: “Eu suprirei todas as suas necessidades”
(Filipenses 4:19)

Você diz: “Estou com medo”
Deus diz: “Eu não te dei um espírito de medo”
(II. Timóteo 1:7)

Você diz: “Estou sempre frustrado e preocupado”
Deus diz: “Confiai-me todas as suas preocupações”
(I Pedro 5:7)

Você diz: “Eu não tenho talento suficiente”
Deus diz: “Eu te dou sabedoria”
(I Corintos 1:30)

Você diz: “Não tenho fé”
Deus diz: “Eu dei a cada um uma medida de fé”
(Romanos 12:3)

Você diz: “Eu me sinto só e desamparado”

Deus diz: “Eu nunca te deixarei nem desampararei”
(Hebreus 13:5)

A propósito, caso ainda não esteja seguindo o meu blog deixo aqui o convite, acesse o link abaixo:

Fruto do Espírito

Minha Fan Page Fruto do Espírito

P.S. Convido a conhecer o blog do irmão JC.
Mensagens atuais, algumas polêmicas, porém abençoadoras...
Acesse e confira:
Discípulo de Cristo


Em Cristo,
***Lucy***